Mensagens

Você está aqui: Home | Mensagens | A Guerra das Sementes

A Guerra das Sementes

Pr. Aluizio de Moraes Filho

 

“Porei inimizade entre ti (a serpente) e a mulher, entre a tua descendência e o seu descendente.” (Gn 3:14)

Sabemos que Jesus é o descendente ou a semente da mulher, mas quem será a descendência ou a semente da serpente? Ora, o diabo é o pai da mentira, logo a mentira é a filha do diabo, é a descendência ou a semente da serpente.

Jesus é a verdade, e a verdade em relação a mentira são inimigas eternas. Esta é uma inimizade estabelecida por Deus, uma guerra entre sementes lançadas ao solo dos corações humanos.
O problema de um solo fértil é que ele é fértil para qualquer coisa, tanto para o que é bom como para o que é ruim. A Bíblia nos diz que o inimigo, aproveitando-se de que os servos dormem, vem e semeia a má semente, o joio no meio do trigo. O joio tem uma particularidade: se comido entorpece, causa torpeza como toda mentira.

Dizem que a mentira tem pernas curtas, porém isto também é uma mentira. A mentira, sendo filha da serpente não pode nem ter pernas, ela se arrasta, e muitas vezes de forma sorrateira e sagaz torna sua desvantagem em vantagem esgueirando-se silenciosamente para levar seus venenos ou apertos a fim de matar suas presas.
O contraste entre descendência e descendente mostra que pode haver muitas mentiras, mas a verdade sempre é uma só. No Evangelho, não há lugar para verdades relativas ou meias verdades, pois uma meia verdade não passa de uma mentira inteira.

A Bíblia nos diz que conheceremos a verdade e a verdade nos libertará. A palavra conhecer implica em penetração e intimidade. Ninguém é liberto por um conhecimento superficial, se não for profundo e íntimo não é conhecimento que liberte. A verdade pode ser até picada no calcanhar quando a mentira tenta feri-la e envenená-la, contudo a verdade sempre triunfará sobre a mentira lhe esmagando a cabeça.

Com a verdade devemos nos cingir. Sendo ela cinto tem que estar sempre justa, pois cinto frouxo não cumpre seu propósito. Vençamos falando, semeando a verdade com todos em amor.

Deixe seu comentário